Buscar
  • Elis Cristina

SOLO PRA QUE TE QUERO.. .


O cântico da terra – poema de Cora Coralina

Eu sou a terra, eu sou a vida.

Do meu barro primeiro veio o homem.

De mim veio a mulher e veio o amor.

Veio a árvore, veio a fonte.

Vem o fruto e vem a flor.

Eu sou a fonte original de toda vida.

Sou o chão que se prende à tua casa.

Sou a telha da coberta de teu lar.

A mina constante de teu poço.

Sou a espiga generosa de teu gado

e certeza tranqüila ao teu esforço.

Sou a razão de tua vida.

De mim vieste pela mão do Criador,

e a mim tu voltarás no fim da lida.

Só em mim acharás descanso e Paz.

Eu sou a grande Mãe Universal.

Tua filha, tua noiva e desposada.

A mulher e o ventre que fecundas.

Sou a gleba, a gestação, eu sou o amor.

A ti, ó lavrador, tudo quanto é meu.

Teu arado, tua foice, teu machado.

O berço pequenino de teu filho.

O algodão de tua veste

e o pão de tua casa.

E um dia bem distante

a mim tu voltarás.

E no canteiro materno de meu seio

tranqüilo dormirás.

Plantemos a roça.

Lavremos a gleba.

Cuidemos do ninho,

do gado e da tulha.

Fartura teremos

e donos de sítio

felizes seremos.

Este belo poema de Cora Coralina é perfeito para quando queremos falar sobre o tema de hoje, SOLO. De forma sensível, Cora mostra a importância e nossa interdependência para com a terra, o solo, onde tudo se início e termina.

Para alguém que lida com a terra, seja um agricultor(a), um jardineiro (a), ou pra quem tem um olhar sensível, ver verdadeiramente o solo e o que implica tê-lo em sua plenitude, talvez seja mais corriqueiro, porém, essa plenitude que implica no bem estar de todos os seres vivos, deve ser mais percebida.

Na jardinagem o solo é o alicerce, onde construímos nossos jardins, e é por este, e outros motivos, que a Soul Verde, em seus trabalhos, coloca o solo em seu lugar de direito, o valorizando e enxergando como o protagonista de toda essa história, tornando nosso lema em: Solo Saudável - planta Saudável - Planeta Saudável.

É por este motivo que o paisagismo ecológico, bem como a manutenção dos jardins, oferecidos pela Soul Verde, buscam a regeneração do solo onde o jardim está o será implantado. Nosso foco não é pura e simplesmente a planta, não adubamos ou irrigamos a vegetação, mas sim o elemento mais importante para que ela sobreviva, de onde ela tira seu ar, nutrientes e água. Tratamos o solo para que este, por fim, possa oferecer tudo o que as plantas precisam e, num ritmo cíclico, a planta devolva ao solo toda a energia que lhe foi doada.

E não é só a Soul Verde que vê riqueza abaixo de nossos pés!

No ano de 2015 a ONU intitulou o ano internacional do solo. Isso com o objetivo de mobilizar a sociedade da importância dos solos como parte fundamental do meio ambiente, e os perigos que envolvem sua degradação em todo o mundo, que cresce em um ritmo frenético, pois pesquisas mostram que a quantidade de solo fértil cairá pela metade até 2050.

E Então, o que faremos?

Primeiramente, começar a vê-lo novamente, percebê-lo, entender quais são os impactos negativos que geramos a ele com pequenas atitudes nossas do dia a dia e, principalmente, entender e assumir sua importância para a sobrevivência de todos os seres vivos, inclusive nós humanos.

Vamos aqui fazer um exercício rápido, e vamos elencar algumas funções do solo!

1- Sequestro de carbono da atmosfera;

2- Purificação da água;

3- Regulação de enchentes;

4- Fontes de recursos genéticos e farmacêuticos;

5- Fornecimento de materiais de construção;

6- Produção de alimentos, fibras e combustíveis …

Essas são apenas algumas das funções que a própria ONU divulgou no ano da campanha de conscientização da importância do solo, mas é possível elencar muitas outras, tão importantes quanto.

Hoje, o motivo maior da perda de solo fértil em todo mundo é devido a sua contaminação, são toneladas e toneladas, ano a ano. E se você pensa que a responsabilidade por isso é do outro, então queria te lembrar que se em sua casa você tem ali, do lado da pia da cozinha, um inocente lixo, com algumas frutas, cascas e legumes, então é por ali mesmo que você pode começar.

O lixo orgânico, esse das nossas casas mesmo, são responsáveis pela contaminação de muito solo por ai, pois o líquido gerado, chamado de chorume, em grandíssima quantidade, se transforma de um ótimo adubo em um líquido altamente contaminante.

É ai que entra a COMPOSTAGEM!

Compostando em casa, no trabalho, ou em qualquer outro lugar, você estará já fazendo muito para diminuir a contaminação dos solos, além de permitir que esses resíduos sejam, portanto, transformados em algo benéfico, uma vez que a compostagem gera um ótimo composto orgânico que quando devolvido ao solo contribui para sua regeneração.

Sendo assim, se você que leu até aqui e está pensando em compostar, entre no site da Soul Verde e baixe nosso guia de COMPOSTAGEM DOMÉSTICA (www.soulverde.eco.br), lá você saberá como montar a sua própria composteira e como cuidar dela depois. Além disso, pode ficar tranquil@, a Soul Verde estará aqui para o que precisar nessa nova empreitada! 🙂

Cuidar do nosso solo é cuidar de nós e, consequentemente, do Meio Ambiente, pois como já disse Cora Coralina:

“… Cuidemos do ninho,

do gado e da tulha.

Fartura teremos

e donos de sítio

FELIZES SEREMOS"


0 visualização

11 964000424

©2018 by Soul Verde.